blue mood

todas as manhãs de todos os dias, arrasto-me entre filas de pessoas vestidas de metal, num desfile que se move lentamente no mesmo sentido. vou sempre atrás de alguém, sem seguir ninguém. não sei quem são nem tento saber, não olho para não ver. derreto-me em sapatos de rebuçado, entre letras da minha joanne preferida. acelero, travo, descaio, olho de soslaio. sinto o sol que entra pela janela sem convite, e aquece o ar e me aquece a cor. e deixo-me azular.

Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published


Do you want to customize a product with this amazing doodles?

Customize