bofes de fora

naquele ponto em que a corrida ainda vai longe de chegar ao fim mas o coração já pede que a meta se aviste, a massa cinzenta curtocircuita-se e decide se convence o corpo a continuar ou a parar. está tudo ali, na tripa cerebral que se revolve e contorce na dúvida «páro ou prossigo?». o corpo pede a decisão que se arrasta num «prossigo» incerto e que se não parar em «páro» o levará à meta, que receberá um corpo exausto, demasiado exausto para a alegria da vitória?

3 comments


  • Mary

    A ignorar-me no Facebook…?


  • K

    Sofres mais quando «corres» ou quando não sais para «correr»?


  • sininho

    andava distraída, mary ;)


Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published


Do you want to customize a product with this amazing doodles?

Customize