coisas da vida

há quem lhe chame destino, vontade divina, acaso, coincidência... eu chamo-lhe coisas da vida.

foi em determinado momento da vida que tive a oportunidade de publicar um livro com o meu nome na capa. na verdade, o nome era meu mas já não é. noutra verdade mais verdadeira, o nome nunca foi meu mas assumi-o porque acreditava que acabaria por ser meu. numa outra verdade que não me redime mas que me serve, posso dizer que sou eu ou que não sou consoante as opiniões que me dão.

adiante, a parte interessante do livro foi ter-me oferecido uma ilustradora a quem não pude resistir.

e fez-se um livro entre histórias minhas e ilustrações dela, sem nunca nos termos visto, sem nunca termos falado, sem sabermos quem éramos.

a ilustradora tomou forma física numa gravação radiofónica onde deveríamos deixar-nos entrevistar. entrevistadas por um bando de miúdos e por um locutor de rádio, acabámos por nos entrevistarmos uma à outra e descobrir que com um ano de diferença tínhamos nascido no mesmo país africano e na mesma cidade angolana e percebemos que temos filhas e filho com nomes começados por m.

voltámos a ver-nos ontem e descobrimos que nascemos no mesmo mês, na mesma semana e que o dobro do dia em que ela nasceu dá o meu dia de nascimento.

vamos ver-nos no sábado e já estou ansiosa pelo que vamos descobrir.


Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published


Do you want to customize a product with this amazing doodles?

Customize