dor de parto

o tempo passa e faz esquecer a dor,
e a memória recorda a sua existência mas não a sua intensidade.

é estranha esta memória de uma dor que doeu e que não se sente quanto,
mas se sabe muito,
e que apesar de muito não inibe a fuga dela.

há coisas que se sentem mais intensas do que a dor e que nos nascem de nós,
e nos levam a dor para o lugar das memórias sem dor... resultados de nós.

Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published


Do you want to customize a product with this amazing doodles?

Customize