és noite em mim

pode ser que um dia eu consiga escrever assim.

aconteceu...
e por me teres feito cego
recordo o sabor da tua pele
e o calor de uma tela
que pintámos sem pensar.

ninguém perdeu,
e enquanto o ar foi cego
despidos de passados
talvez de lados errados
conseguiste me encontrar.

foi dança
foram corpos de aço
entre trastes de guitarras
que esqueceram amarras
e se amaram sem mostrar.

foi fogo
que nos encontrou sozinhos
queimou a noite em volta
presos entre chama à solta
presos feitos para soltar...
estava escrito
e o mundo só quis virar
a página que um dia se fez pesada
e o suor
que escorria no ar
no calor dos teus lábios
inocentes mas sábios...
no segredo do luar.

não vai acabar
vamos ser sempre paixão
vamos ter sempre o olhar
onde não há ninguém
dei-te mais...!
valeu a pena voar...

estava escrito
e a noite veio acordar
a guerra de sentidos travada num céu
nem por um segundo largo a mão
da perfeição do teu desenho
e do teu gesto no meu...
foi como um sopro estranho...
...e aconteceu...

és noite em mim,
és fogo em mim.
és noite em mim.

noite e fogo
toranja

Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published


Do you want to customize a product with this amazing doodles?

Customize