meninos perdidos

não sei onde andam mas lembro-me de todos. daqueles tempos em que corríamos e descobríamos serras, dormíamos ao relento e comíamos batatas fritas e latas de atum. acendíamos sorrisos de dia e fogueiras de noite. estávamos sempre juntos e desejávamos nunca crescer e morar para sempre na terra da nunca.
nesse tempo eu era a sininho e eles eram os meus meninos perdidos.

Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published


Do you want to customize a product with this amazing doodles?

Customize