ne pas déranger

já não aguento a cabeça no cimo do pescoço, a dar voltas para ver para todos os lados. vou enterrá-la um bocadinho.

3 comments


  • Cláudia Abreu Antunes

    Qu’est-ce qui se passe? Quoique qu’il soit, j’espère que ça tarde pas à guérir…</>Faz-me lembrar a “minha avestruz” há uns tempos atrás…</></>Prend soin de toi ;)


  • Cláudia Abreu Antunes

    Não… creio que foi qualquer coisa como “espero que passe depressa” :)


  • sininho

    e se bem me lembro disse-te que estava farta de te ver de rabo para o ar…


Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published


Do you want to customize a product with this amazing doodles?

Customize