palavras de não-fada-verde-alface

Não sei se possa prometer
Que um dia
Forte e brilhante
Ainda
Poderei descobrir essas palavras
Exactas rigorosas e honestas
Para espelhar o meu ser de mim


Sei que é difícil fazê-lo
Porque disso o meu receio faz eco
E não estou certa desse desaguar
De sentimentos complicados
Que eu frequentemente atiro
Para caixotes de uma existência habitual

Eu dir-te-ei que por aqui estou
Num trânsito constante
Mesmo que pareça andar em viagens aparentemente estranhas…
Que posso de momento murmurar ao teu ouvido?
Que sou e estou desta e daquela maneira
Ora forte ora fraca
Ou em suspensão apenas…
Mas
Estou…
Mesmo que por vezes sofra dessa cortina
Que me encobre em penumbra silenciosa
E te coloca em ansiosa assistência
Numa plateia só tua…

Eu ainda hei-de encontrar essa palavra certa e rigorosa
Que torne desnecessário existirem quaisquer espelhos por aqui…
Com sofrimento alegria amor e todas essas coisas que pensas que serão demais para ti.


Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published


Do you want to customize a product with this amazing doodles?

Customize