stupidity

os farejadores irritaram-me durante anos. a convicção com que vi usar-se o olfacto como indicador do destino, sem qualquer resultado aparente, mas com a crendice de um resultado genial, tornou-me descrente quanto à utilização deste sentido para qualquer outra coisa que não inspirar, cheirar, snifar, assoar ou espirrar. passada a sua época eis que me deparo com novos espécimes bem mais perigosos, que por utilizarem o cérebro se acham geniais: os achadores. têm opnião sobre tudo, mas nunca fundamentada. e lá assisto, novamente, à convicção na utilização, não do nariz, mas desta vez, de um verbo, que se conjuga e se acentua, enfatiza ou se sussura consoante a importância que se lhe quer dar. mas bom, bom, é quando levantam o dedo e franzem o sobrolho, ao mesmo tempo que verbalizam... coisas como: acho que aquilo ali é a lua... ah! por causa desta teatralidade ainda começo a descobrir uma outra espécie: os estúpidos. «quando alguém aponta para a lua, os estúpidos olham para o dedo» (provérbio chinês).

Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published


Do you want to customize a product with this amazing doodles?

Customize