vazio

a casa está vazia mas há estrelinhas a piscar lá dentro. acenderam-nas elas, sozinhas, depois de sozinhas terem montado a árvore e colocado os enfeites.
queria esquecer-me do natal, porque vou estar de coração vazio no natal, a imaginar onde está quem me mora no coração. e assim imaginava a casa vazia, tão vazia quanto eu. mas não lhes resisti, quando descobriram a árvore ente os caixotes por arrumar na casa vazia. imaginava a árvore esquecida entre os caixotes, tão esquecida quanto eu de natais e pais-natais. mas não lhes resisti, quando descobriram os enfeites e as luzinhas. imaginava os enfeites guardados e as luzes apagadas, tão apagadas quanto eu. mas não lhes resisti, quando me pediram para ligar a ficha à tomada e a árvore se acendeu. e fiquei a imaginar-me árvore num caixote, no meio de tantos caixotes, e a desejar ser encontrada e iluminada por corações arreganhados.

3 comments


  • Mary

    Porque é nas casas vazias que mais sobressaem (e são necessários) os enfeites e as estrelinhas… venho desejar-te um Natal muito feliz.


  • Anónimo

    Minha querida, eu já te encontrei…não sei se conseguirei iluminar-te com o meu coração arreganhado, mas…vem passar o natal connosco? Bjo rita


  • sininho

    bjs às 2


Leave a comment


Please note, comments must be approved before they are published


Do you want to customize a product with this amazing doodles?

Customize